O que conhecer na Suíça?

A Suíça é um dos países europeus mais requisitados, sobretudo por sua popularidade mundo afora em relação à segurança e qualidade de vida. Muitos turistas optam por conhecer este país durante o inverno, atraídos principalmente pela prática de esportes radicais nas famosas pistas de esqui localizadas nos alpes, que são importantes características da natureza.

Mas também há diversas outras cidades com uma riqueza histórica fora do comum, além de várias outras atrações como culturais e gastronômicas. É conhecida como “região dos grandes lagos”. Entenda por quê e confira alguns dos destinos imperdíveis por lá:

Berna: capital da Suíça construída durante o século XII. A cidade possui traços medievais bastante marcantes e a melhor maneira de observar cada detalhe é passeando a pé pela Cidade Velha. O local conta com diversos museus, cafés, restaurantes e principalmente relojoarias e lojas de chocolate suíço! Mas não se engane. Também há belas paisagens campestres dignas de cada minuto de seu tempo!

Zurique: além de ser a cidade mais famosa e requisitada na Suíça, é a maior em extensão territorial e população. É também o principal centro financeiro, industrial e econômico do país. Justamente por isso, é comum que muitos visitantes sejam atraídos a trabalho. Mesmo assim, existem diversas atrações históricas, culturais, gastronômicas e intelectuais. O centro histórico é extremamente conservado e ideal para passeios a pé. Os edifícios medievais são atrações incríveis sobretudo para os amantes de arte, tanto na parte externa quanto interna. 

Genebra: além de estar localizada “aos pés” dos Alpes Suíços, é considerada uma das mais belas cidades da Europa e oferece atrações históricas, culturais (destaque para o Museu de Artes Moderna e Contemporânea), mas principalmente gastronômicas. Assim como Zurique, a Cidade Velha ou Centro Histórico é extremamente conservado e ideal para passeio. Você encontrará diversas lojas luxuosas (a especialidade são os relógios suíços), além de souvenirs, cafés e restaurantes. 

Lugano: quando fala-se de Suíça, este com certeza é um dos locais mais cobiçados por lá. Recebe esse nome por estar às margens do Lago Lugano, na região Sul do país. Quando comparado a outros destinos suíços, é conhecido sobretudo por possuir muitos dias de sol durante o ano (ideais para programações ao ar livre). Além de hotéis charmosos, algumas das programações famosas por lá são: prática de golfe, passeio de barco pelo lago Lugano, trilhas nas montanhas, passeio de bicicleta e até museus culturais. 

Lucerna: localizada às margens do Lago Lucerna, é uma das cidades na Suíça com maior quantidade de atrações. É possível contemplá-las tanto de dia, quanto a noite, quando as atrações ficam iluminadas. Dentre as programações, o destaque vai para  as Pontes da Capela, do Moinho, da Água e a Muralha de Musegg. Além de claro, os famosos museus. Dentre eles, destaque para o Museu de História Natural e para os admiradores de música, o Museu Richard Wagner!

Basileia: cidade construída às margens do Lago Reno há mais de 2 mil anos. O centro histórico é bastante conservado e possui diversos edifícios charmosos e com arquitetura tipicamente antiga. Além disso, há uma região específica com diversos museus e afins! Caso queira se aprofundar na história do local, uma visita guiada pode ser a melhor opção. A maioria dos hotéis da região já disponibilizam cartões grátis de acesso a diversas atrações e transporte público também. Aproveite a visita a Basileia e não deixe de fazer o famoso passeio panorâmico de cruzeiro disponível no Lago Reno!

Engelberg: esta cidade é um dos principais destinos durante as temporadas de verão e inverno. Durante o verão, os visitantes costumam praticar esportes como ciclismo, caminhadas, passeios de barcos e afins. Já durante o inverno, diversas pistas para prática de esqui são construídas, para os mais variados estilos. Atende desde os profissionais, até crianças ou iniciantes. Este também é um dos destinos mais escolhidos por famílias, sobretudo por disponibilizar atividades infantis durante quase todo o ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As cidades mais fotogênicas do mundo

Polônia: o que fazer em Varsóvia?